Melissa

Pesquisar

Opções do Menu

Idioma

BR

Conteúdo

Nós. Substantivo e sujeito.

O poder do coletivo é o ponto de partida pra nova exposição da nossa flagship. Pra celebrar a volta da parceria Melissa / Campana, a Galeria Melissa SP é envolvida por ornamentos exclusivos criados em ponto-plástico.
Costuras que nascem da união de forças entre os Irmãos Campana, a ONG Arrastão, coletivos e artistas brasileiros. Criadores conectados por um objetivo comum: resgatar a cultura, o afeto e as histórias das muitas mãos que conservam os saberes do crochet brasileiro. E também lembrar que, juntos, somos um só.

Mais de 17 mil metros de fios reciclados da produção Melissa.
Em novas tramas de um trabalho conjunto. Cada pessoa envolvida no projeto recebeu uma agulha especial e alguns metros de fio de PVC reaproveitados. E pra ajudar a sincronizar o processo criativo, os Irmãos e a Arrastão preparam um vídeo tutorial apresentando a técnica do crochet. Assiste aqui.
A prática artesanal forma grandes e longas almofadas tubulares, que revestem as paredes do nosso spot em São Paulo. Uma linha orgânica acompanha o espaço e segue em direção ao piso. Poltronas, bancos e sofás surgem de ponto em ponto como símbolos da força da co-criação.
Resultado do trabalho de mais de 100 mãos brasileiras.
Retalhos que constroem uma obra de arte coletiva. Costurando uma potente narrativa artística, que conecta vários enredos de vida em um só.

26 coletivos e artistas envolvidos no projeto. 

A lista começa com Andrea Knecht, Andrea Orue – a mente criativa por trás do atelier Primavera de 83, em São Paulo –, e Anne Galante, que crocheta desde os 12 anos de idade. Também paulista, a melisseira Sarah Campos marcou presença na costura. Da nossa squad também participou a Patty Guga, de Curitiba.
E de Porto Alegre, xs melisseirxs Ariberto Filho e Beatriz Machado, entusiastas do design handmade. 
Multidisciplinar, o coletivo Meiofio promove a interação urbana por meio dos fios, entregando suspiros poéticos na rotina urbana paulista. Em contraponto à velocidade da cidade, um processo minucioso que faz parte do imaginário afetivo.
Fora dos palcos, Seu Jorge também usa a agulha como forma de expressão. Em Novelo de Anjo, ele exibe suas criações em tricot.
Outra multiartista, Lu Gastal costura ações como artesã, professora e escritora. E o Marcelo Nunes transformou o hobby com a agulha por profissão, explorando a criatividade a partir de produtos ecológicos.

Uma verdadeira inspiração no mundo do crochet. Helen Rödel tem como marca registrada peças únicas e extraordinárias.

Com 14 anos, Junior Crocheteiro tomou gosto pela arte que aprendeu com a avó e a tia. Com lives no Instagram, ele passa a paixão pelo crochet adiante. 

Integrante do Projeto Melissa Meio Fio, Gustavo Silvestre é criador do Ponto Firme, onde promove a moda sustentável levando a formação técnica do crochet a presidiários brasileiros.
Thiago Rezende costura há seis anos com o Homem Na Agulha, interessado na constante renovação da técnica. 
Paixão por fios, linhas e agulhas. 
A designer Nat Petry repassa tudo que sabe sobre costura, tricot, crochet e macramê em oficinas e aulas online. E entre o resgate da história da mulher tecelã e a street art, Karen Dolorez cria pra provocar experiências sensoriais. 

Arquiteta e urbanista, mestranda e bordadeira. A Clara Nogueira estuda e pesquisa sobre a arte e o artesanato têxtil, intervenções urbanas e instalação efêmeras. Já a artista plástica Nazareth Pacheco se volta pro campo tridimensional trabalhando com materiais como borracha, ferro, lâminas e anzóis.
Saberes compartilhados.
Criadora de conteúdo e artes handmade, Marie Castro usa seu canal no YouTube pra propagar os saberes do crochet. A Bianca Schultz também compartilha seus conhecimentos sobre o universo do crochet um um canal educativo.

A arquiteta Carla Pagliuca é de São Paulo, faz crochet, macramê e amigurumi. E Cristiane Bertoluci é Mestre em Têxtil e Moda e tricoteira desde a infância. Pra ela, o futuro é feito à mão. 
Instituições também assinam a transformação na Galeria Melissa SP. 
Fundada em 1989, a Associação de Artesãos do Carmo do Rio Claro promove feiras pra unir os criativos locais.

Formada por mulheres no interior do Ceará, a Associação Comunitária do Sítio Mocotó foi idealizada por irmãs pra ensinar o crochet e produzir redes que circulam o estado. Também criada por mulheres, a Associação Mundo Jeri dribla as dificuldades criando peças pra moda praia. 
Parte da renda da collab Melissa / Campana será repassada ao Instituto Campana, que busca preservar o legado dos Irmãos utilizando o design como ferramenta de transformação por meio de programas sociais e educativos.

O lançamento acontece no dia 13/11 em uma vernissage com a participação dos coletivos e artistas que assinam o projeto. As tramas ficam expostas na Galeria Melissa SP até o final desse ano.

A fachada em crochet também será apresentada no Fuorisalone em Milão em 2019, o maior evento de design do mundo. O olhar global voltado à tradição artesanal brasileiro.

Vem se entrelaçar nessa criação. E na conexão artística – e humana.

Galeria Melissa SP
Rua Oscar Freire, 827
São Paulo, SP
Seg–Sexta 10–9h Sáb 10–17h

Trending Topics

Shop

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Onde encontrar

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Representantes

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Feed

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

E também

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca