Melissa

Busca

Opções do Menu

Idioma

BR

Conteúdo

Artista ou fashion designer? A inglesa Claire Barrow está cansada de responder a essa pergunta.

Sua obra embaça a linha que separa ambos.

Aclamada pela crítica estrangeira, da Vogue britânica à i-D, passando pela icônica Dazed and Confused, ela tem em sua lista de fãs nomes como Carine Roitfield e Rihanna – pra ela, aliás, já criou figurinos customizados.

Misturando diferentes materiais, Claire dá vida a uma arte que interroga o mundo atual e suas questões sociais.
“Eu uso temas da rotina, sociais e políticos, no meu trabalho. É a nossa realidade, algo que eu quero explorar”
Dessa mesma inspiração nasceu Dancing With Dreams, a exposição de Claire na Galeria Melissa London. “Ela é endereçada às pessoas ‘julgadoras’ e as ideias iniciais que se tem de uma pessoa antes mesmo dela falar.”
Para representar essas pessoas, 5 esculturas feitas de materiais como argila e acrílico são a “tela” para a reprodução de projeções com atores conversando com elas. “As esculturas não têm a chance de se comunicar, então os performers animam elas. Mas as pessoas ‘reais’ não estão lá de verdade – elas são projeções.”

Dancing With Dreams estreia nessa quinta-feira (16) na Galeria Melissa London. Toda a cobertura da noite de inauguração você confere no nosso Insta Stories – a própria Claire vai estar mostrando tudo o que acontece por lá. Siga a gente aqui.

Até lá, você fica com um bate-papo que tivemos com a artista. Dá só uma olhada.

A sua instalação na Galeria Melissa London combina tecnologia com técnicas mais tradicionais. Desafia as pessoas. Era essa a ideia?

Eu queria combinar performance e esculturas que também utilizassem digital/vídeo de alguma forma. Começou aí, e a ideia cresceu e se tornou esculturas em tamanho real e projeções digitais com pessoas fazendo performances perto deles. Eu queria fazer tudo eu mesma, de uma vez só, e me divertir com o espaço. Então nós temos digital, música, filmes, performances, roupas, movimento, e o cheirinho de plástico que percorre a Galeria Melissa London.

Quais foram as inspirações por trás das esculturas?

É diferente para cada personagem, na verdade. Eles têm a sua própria narrativa, e eu criei com isso em mente.

Você normalmente usa “pessoas normais” em seus trabalhos ao invés de usar modelos. Por quê?

É um ponto muito importante na minha carreira, eu representar o mundo à minha volta, não só promover as modelos que você encontra em agências. Eu também gosto de trabalhar com pessoas que eu acho inspiradoras. Nessa instalação, os profissionais eram todos de campos diferentes: uma atriz (Sameena Jabeen Ahmed), um bailarino (Harry Alexander), músicos (Kenichi Iwasa, Taigen Kawabe e Beatrice Brown) um ativista (Michael Peacock) e uma artista performática (Amy Kingsmill). Todos eles trazem algo diferente para os filmes da instalação.

O que motiva você a criar?

Eu me inspiro no Instagram, na TV, nas notícias, nos meus amigos e tudo que está à minha volta. Eu tento deixar as ideias fluírem naturalmente ao invés de pesquisar imagens para me inspirar. Claro que elas me inspiram de forma consciente e inconsciente, mas eu tento não usar moodboards a não ser que eu tenha que explicar minha ideia para alguém da equipe.

Aproveite pra fazer um tour 360 da Galeria Melissa London. Clique aqui.

Siga a Claire Barrow no Instagram.

Dancing With Dreams
By Claire Barrow
17 de fevereiro a 15 de maio de 2017
Galeria Melissa London
43 King Street, Londres
Entrada gratuita