Melissa

Pesquisar

Opções do Menu

Idioma

BR

Conteúdo

Ultrapassar a barreira dos dez anos é um marco em qualquer relação. Em uma de trabalho, então, mais ainda. Permitir liberdade criativa e aprender juntos a cada dia é um dos desafios. Mas quando a coisa dá certo, o resultado é quase sempre positivo – e, no nosso caso, lindo.

Criando ao lado dos irmãos Humberto e Fernando Campana há mais de uma década, marcamos nosso relacionamento com Melissas que já se transformaram em ícones atemporais. Barroca, a nossa mais nova criação, chega para celebrar a mistura de referências dos artistas. Traz suas inspirações pessoais com a contemporaneidade do plástico.

Conversamos com a dupla de designers brasileiros pra saber um pouco mais sobre a coleção. 

A parceria já marcou a história com a Melissa. Como esse trabalho exerce essa criatividade latente de vocês? Qual o papel da marca na construção da identidade de vocês como designers e artistas?

H: Desde o início de nossa parceria, a Melissa nos deu carta branca para criarmos com total liberdade e sempre fomos surpreendidos com a precisão em que as nossas ideias eram materializadas, sempre com muito conforto e tecnologia.

F: A Melissa democratizou o nosso design, tornando-nos mais populares no Brasil e também no exterior.  

"O Brasil é uma fonte muito importante de inspiração em nosso trabalho. O multiculturalismo brasileiro nutre nossas criações"

Os trabalhos de vocês sempre trazem elementos "do próprio quintal", referências próximas a vocês e do Brasil – é o caso da própria Barroca. Aplicando isso a um produto, elas se transformam quase em uma obra de arte. Essa ideia ajuda para o sucesso das suas criações? Aproxima o público do trabalho de vocês?

F & H: O Brasil é uma fonte muito importante de inspiração em nosso trabalho. O multiculturalismo brasileiro nutre nossas criações. Traduzir a identidade brasileira no design é um dos nossos desafios mais importantes, por isso estamos constantemente incorporando tradições artesanais em nosso trabalho, principalmente as que estão em vias de desaparecimento. Acreditamos que isso nos aproxima do público, pois há humanização em nossas peças. Há verdade.   

Assistir

A base do trabalho de vocês é transformar algo ordinário em algo extraordinário. Como vocês buscam inspirações? O que há de tão extraordinário no comum?

H: A inspiração vem da magnitude da vida. Onde quer que estejamos – seja no Brasil, seja no exterior – o nosso olhar é sempre voltado para situações mais banais ou, talvez, não tão sofisticadas e, a partir disso, exige-se o filtro do criador, o desafio de transformar aquela experiência visual em algo único.

F: O extraordinário está nas diversas possibilidades de transformação que enxergamos no "comum", sem contaminações ou vícios. 

Trending Topics

Shop

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Onde encontrar

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Representantes

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Feed

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

E também

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca