Melissa

Pesquisar

Opções do Menu

Idioma

BR

Conteúdo

Criar conexões. Depois de Salvador, o projeto Makers vai a Curitiba e une oito meninas diferentes da cena cultural. Com a missão de expressar de forma criativa as suas relações no espaço urbano e homenagear a cidade onde vivem, as Gurias de Melissa traduzem em diferentes linguagens seus gostos e referências.

Ao longo de cinco meses, essas meninas trabalharam juntas e criaram uma instalação artística, um zine e um vídeo-manifesto que revelam suas percepções sobre a cidade. Seus opostos e suas afinidades. Definido por elas, as Comissuras.

"Mesmo estando divididas em grupos, produzindo materiais paralelos, nos envolvemos muito nos projetos uma das outras e redescobrimos a cidade juntas."

Conversamos com a Carolina Zibetti, uma das makers, que nos conta mais sobre essa imersão curitibana. ”Acredito que essas diferentes linguagens conversam bastante entre si. Também fomos muito influenciadas umas pelas outras e isso é riquíssimo. Ver que esses olhares conversam de forma harmônica é muito gratificante.”

Nesta edição em Curitiba, o resultado final se desdobrou em três: uma instalação de arte, um zine e um vídeo-manifesto. Como surgiu essa ideia de desmembrar o projeto nestas três produções criativas?

A ideia era mostrar uma Curitiba sob novas perspectivas, tanto para quem vive aqui, quanto para o pessoal de fora. Existia uma vontade comum de conectar a marca com a cidade de forma inusitada. E foi pensando nos pilares da Melissa - moda, arte e design - que surgiu a ideia de desmembrar o projeto nestas linhas.
"Existia uma vontade comum de conectar a marca com a cidade de forma inusitada. E foi pensando nos pilares da Melissa - moda, arte e design - que surgiu a ideia de desmembrar o projeto nestas linhas"
Assistir

Como o projeto não se limitou a um tipo de linguagem, de que forma vocês traduzem as referências através de cada um desses projetos? O que vocês buscaram mostrar em cada um deles?

Para moda, pensamos na produção de um vídeo. Além de expor nossa visão sobre a cena de forma dinâmica, conseguiríamos também disseminar este material para fora. Apresentando um pouco da cidade para quem não é daqui. A ideia de uma instalação artística surgiu de forma natural, já que conversa muito com a forma como nos expressamos. E a cena de zines na cidade foi algo que chamou a atenção do pessoal da marca desde o início. Temos muito material de qualidade sendo produzido aqui. A vontade de produzir em algum momento do projeto era grande. Naturalmente, foi a nossa escolha para representar o pilar de Design na cidade.

Como foi desenvolver esse trabalho durante meses e em um grupo de oito meninas? Vocês já se conheciam? De que forma cada uma contribuiu com o projeto?

Foi um processo intenso e de muita entrega. A maioria das meninas ainda não se conhecia, apesar de todas serem envolvidas na cena artística e cultural da cidade. Cada uma trouxe um pouco do seu universo para o projeto, o que contribuiu muito para o resultado final. Mesmo estando divididas em grupos, produzindo materiais paralelos, nos envolvemos muito nos projetos uma das outras e redescobrimos a cidade juntas. 

O resultado final apresenta uma produção carregada de mensagens. Vocês tiveram essa preocupação central em transmitir uma mensagem na criação? Isso influenciou o processo criativo? Qual foi a inspiração inicial?


Nossa ideia e inspiração sempre foi esse lance do olhar. Oito meninas que viam a mesma cidade sobre perspectivas bem diferentes. Desde o início nos preocupamos com a mensagem que gostaríamos de transmitir. Queríamos que ela fosse única, que tivesse a nossa cara, mas não apenas como um grupo, e sim com o olhar singular de cada uma. 
"A marca tem uma preocupação constante em não se resumir apenas a sapatos e, assim como ela, somos uma cidade que se interessa e consome arte, cultura, design. Gostamos do bonito, de ver a cidade limpa, mas queremos conteúdo como base disso tudo também"

Como foi poder trabalhar com a Melissa? Como a marca conversa com as makers e com a cidade?

Foi incrível! Criamos um vínculo bastante especial com a marca e acredito que conseguimos influenciar a relação Melissa/Curitiba através do projeto. A marca tem uma preocupação constante em não se resumir apenas a sapatos e, assim como ela, somos uma cidade que se interessa e consome arte, cultura, design. Gostamos do bonito, de ver a cidade limpa, mas queremos conteúdo como base disso tudo também. E acho que é aí que temos muito em comum.

Trending Topics

Shop

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Onde encontrar

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Representantes

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

Feed

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca

E também

  • Ops! Não encontramos resultados para a sua busca