Melissa

Busca

Opções do Menu

Idioma

BR

Conteúdo

O estilista Fernando Cozendey foge do óbvio. Conhecido por seu trabalho em LYCRA®, busca fazer uma "segunda pele" com a qual é possível se expressar.

O olhar irreverente de Cozendey é a cara da Melissa. Não à toa, o fashion designer é a nossa mais nova collab.

Foi ele que criou o body que acompanha o kit Melissa + Fernando Cozendey. Inspirado no nosso selo 100% Real Plastic – representado por uma vaquinha e firmando nosso compromisso em criar Melissas que não trazem materiais de origem animal em sua composição –, o kit contém uma versão especial da Melissa Sac Bag com aplicação de tetas e o body: feito à base de lycra, em tamanho único, com capuz e decote com amarração e arrematado por duas vaquinhas de plástico nas extremidades dos cordões.

Uma criação especial do estilista para o Carnaval 2017. Dá só uma olhada no nosso editorial luxo clicando aqui.
“Meu trabalho celebra o individual, o jeito único de cada um vestir uma peça de roupa, ninguém sendo melhor ou pior que o outro, mas sim a beleza e a luta diária de ser quem se é”, explica Cozendey.

Suas peças de beachwear, super coladas e cheias de irreverência, são vetores de uma moda ousada, que carrega um discurso livre, inclusivo e representativo. Pra passarela, já levou o mundo trans, drag e travesti.

Com o bom-humor e inteligência que respinga no seu trabalho, Fernando conversou com a gente sobre a nossa criação juntos.
Fernando Cozendey é fantasia ou é pra usar na rotina?

Algumas pessoas veem meu trabalho como fantasia. Eu crio todas as peças pensando em situações como festas na piscina com amigos, boate... Vejo, sinceramente, minhas criações como roupas não-figurino. As pessoas quando veem as peças sempre perguntam como usá-las. Eu respondo "ué, normal. Com um jeans!”. É muito simples, são peças com tecido de beachwear. A ideia dessa parceria com a Melissa é que a bolsa e o body sejam usados dentro e fora do carnaval.

O que você quer expressar com o seu trabalho?

Liberdade, diversão e democracia. Meu trabalho celebra o individual, o jeito único de cada um vestir uma peça de roupa, ninguém sendo melhor ou pior que o outro, mas sim a beleza e a luta diária de ser quem se é.

O que é Carnaval pra você?

Carnaval é um dos maiores patrimônios do nosso país. É o momento único do ano em que todas as pessoas vão para as ruas dançar e celebrar a liberdade. Poder fazer as pessoas se divertirem, encarnando personagens que elas queriam ser o ano todo, é muito gratificante. É o que me faz mais feliz como criador.

Como surgiu essa collab com a Melissa?

Sempre me identifiquei muito com a marca. Lembro de usar aquele modelo clássico transparente (a Aranha) com meia quando ainda era adolescente. Amava. Recebi o convite para criar em cima da vaquinha, que foi o símbolo criado para a campanha de respeito aos animais. Uma marca que faz calçados, bolsas e acessórios, mas que não usa pele animal. Tem como não amar?

Sua moda tem essa vibe fun, assim como a Melissa. Como os dois se complementaram?

Foi muito gostoso desenvolver esse projeto. Fiquei super à vontade pra criar livremente, já que a Melissa é uma marca muito democrática, que dialoga com diversos grupos de pessoas – o que pra mim também é um ponto importante. O fun está em ser democrático, livre de medos.

Gostou? Garanta o seu kit Melissa + Fernando Cozendey aqui na loja virtual.