Cecília Dean

Imagine uma publicação de moda que não tem um formato definido, editoriais, regras e nem mesmo uma periodicidade… Parece um desastre, né? Você está enganada. Pelo menos, no caso da revista americana Visionaire, editada por Cecilia Dean.

Criada no começo dos anos 1990, ela nasceu para “ser diferente”. Abrigar fotos autorais (as que não serviam a nenhum propósito publicitário) de artistas que eram rejeitados por outras publicações e, basicamente, criar um movimento de fotógrafos alternativos. Cada edição era pensada cuidadosamente, como uma obra de arte, portanto não cabia moldar um único formato para todos os números.

Porém, com a mudança do mundo editorial, da forma de encarar as publicações e até mesmo a moda, a Visionaire – que recusou-se a deixar de ser visionária – deu um passo à frente –passou a ser um espaço para o “desafio”. O veículo comandado por Cecilia Dean desafia os artistas a se reinventarem e provarem sua arte – como, por exemplo, mostrar sabor em uma foto. Cheiro. Sensações.

Cecília Dean: Com raiz fashionista desde adolescente, Cecilia Dean atuou como modelo internacional, trabalhando em Paris, Milão e Tokio. Foi fotografada por profissionais icônicos, como Richard Avedon, Mario Testino, Steven Meisel e Steven Klein.

Mas foi sua formação em Literatura Francesa e Inglesa que aproximou Dean do mercado editorial: ao formar-se pela Columbia University, entrou de cabeça no projeto que, em algum tempo, se tornou a Visionaire.

Além disso, atualmente ela também atua como professora em uma das escolas de design mais conhecidas e renomadas do mundo, a Parsons School of Design.

Esse é o incrível trabalho de Dean que é curadora responsável, juntamente a David Colman, pela MOVE! Plasticity, a exposição interativa em comemoração aos 35 anos da Melissa, que será realizada entre os dias 4 e 9 de novembro.

Se inspirou com o trabalho de Cecilia Dean?

Melissa 35 anos

Se você curte Melissa, provavelmente já ouviu essa frase: “Melissa não é apenas um par de sapatos”. Pra gente, calçar Melissas é cercar-se de design, arte, moda e inspiração. E isso não é à toa: em novembro ela completa 35 anos de história, marcada por parcerias incríveis, conquistas internacionais e, principalmente, muito carinho investido em tudo o que fazemos.

Essa história toda começou na Riviera Francesa, numa viagem de Alexandre e Pedro Grendene, coberta de inspiração. Ao voltarem ao Brasil, deram início ao projeto que se tornaria a Melissa.

A matéria prima escolhida foi o plástico: versátil, inovador e um leque de possibilidades para a criação artística. Logo, a marca explodiu como febre nacional e passou a chamar atenção de renomados estilistas e suas marcas pelo mundo.

Jean Paul Gaultier, Elisabeth De Seneville, Jacqueline Jacobson, Patrick Cox e Thierry Mugler foram alguns dos primeiros nomes da moda internacional a colaborarem com a marca e firmar parcerias, a partir da década de 80. Mais recentemente, a Melissa mergulhou em ousadia no lançamento de diversos co-brandings, com o designer egípcio Karim Rashid, Gaetano Pesce, Zaha Hadid, J. Maskrey, Jude Blame, Gareth Pugh, Vivienne Westwood e Karl Lagerfeld.

 

Galerias

Para celebrar essa conexão com a arte e trazer mais um tempero para a mistura (a arquitetura), a Melissa deu mais um passo visionário: lançou a Galeria Melissa São Paulo, uma concept-store projetada por Muti Randolph. A Galeria é um canal de comunicação que reúne diferentes colaboradores, paixões, inspirações e desejos. O local já sediou, inclusive, exposições de arte e design.

E o projeto não ficou por aqui: em 2012, aconteceu o lançamento da Galeria Melissa New York, no badalado bairro de Soho. O projeto foi idealizado por Edson Matsuo, diretor criativo da Melissa.

Mas não acabou por aí. Este ano foi o ano em que Melissa atravessou oceanos, com a inauguração da Galeria Melissa London, em Covent Garde. A maior concept-store da Melissa, também projetada por Muti Randolph.

Melissa Internacional

Este também foi o ano em que Melissa assumiu a gestão e distribuição de produtos na Itália, com inauguração do primeiro showroom fora do Brasil.

Nesses 35 anos de história, Melissa tornou-se presente em todos os continentes, em 93 países diferentes, com nove pop-up stores pelo mundo e 28 lojas exclusivas, além dos Clube Melissa espalhados por todo o Brasil.

E tudo isso sem perder a paixão pelo que é a sua essência: traduzir arte, design, estilo e inspiração em moda plástica!

Curtiu a história da Melissa?

A escolha do mês de outubro.

Estamos oficialmente na estação do “e vejo flores em você”! \o/

Tempo de saias, vestidos, shorts, estampas florais, coroas de flores, luaus, praia de fim de semana, flip flops, pernas de fora e, o mais importante, hora de desintoxicar de todo o tempo que a gente passou se comportando como se vivesse no ártico.

É o momento das coisas leves e mais saudáveis.

:)

E para começar esse ciclo se sentindo poderosa e com força total, elegemos uma Melissa para te acompanhar em outubro que vai fazer TODA a diferença: a Melissa Bite.

Salto Anabela e muito, muito estilo. Perfeita para alongar a silhueta, para te deixar mais alta e mais confiante!

Pronta para escolher várias combinações?